Polícia Militar passa a utilizar sistema de gestão de drones

Compartilhe

A Polícia Militar do estado da Paraíba adotou,  na última quinta-feira (20), o uso de um software para gerir suas aeronaves remotamente pilotadas (RPA), ou  drones, como são mais comumente conhecidos. O Sistema Integrado de RPA, o SIRPA, se destina a realizar o diário de voos das aeronaves institucionais, bem como a gestão e controle patrimonial e dos pilotos de RPA da instituição.

O software foi desenvolvido pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação da PMPB (EM/8), em parceria com alunos do último período do curso de Ciência da Computação, do Centro Universitário UNIPÊ (foto acima). Para o capitão Bittencourt, oficial que chefia as atividades com RPA, conhecidas como Projeto DELTA, “o software é mais uma ferramenta que profissionaliza e melhora a gestão das aeronaves, bem como sua utilização pelos pilotos”, destacou. 

A utilização de drones pela Polícia Militar tem auxiliado nas ações de prisão de fugitivos, cumprimentos de mandados, apoio aéreo em atividades de risco, e fiscalização contra crimes ambientais. Neste ano, foram 50 voos realizados em todo o estado.