2º BPM reduz em 3,9% número de assassinatos em 2012

Compartilhe

Comandante do 2º BPM, tenente coronel Souza Neto, destacou as ações policiais e os projetos sociais desenvolvidos em Campina
O 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), sediado na cidade de Campina Grande, divulgou nesta sexta-feira (11) o resultado das ações desenvolvidas em 2012 na cidade. Dados do Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace), da Secretaria de Estado da Segurança Pública, apontam que o local alcançou uma redução de 3,9% (de 176 para 170) nos Crimes Violentos Letais Intencionais em 2012, com relação a 2011.

As ações e incursões policiais resultaram ainda na prisão de 1.183 pessoas, a apreensão de 234 adolescentes e o cumprimento de 140 mandados de prisão (aumento de 84,21% em relação a 2011). Foram apreendidos ainda 283 armas de fogo(40,1% a mais do que em 2011), mais de 21 Kg de crack (25,76% acima), 300 gramas de cocaína e 112 Kg de maconha (aumento de 779,4% em relação a 2011).

No decorrer de todo o ano, foram realizadas diversas operações como Cidade Segura, Malhas da Lei, Nômade, Fênix, Voto Seguro, Republicana, Boas Festas. “A participação ostensiva dos policiais na preservação da ordem pública foi fundamental para os números satisfatórios. Nós trabalhamos diuturnamente com planejamento estratégico para combater o crime em Campina Grande. Os dados mostram que a polícia está nas ruas fazendo o seu trabalho, com seriedade e da melhor maneira possível”, disse o comandante do 2º BPM, tenente coronel Souza Neto.

Segundo ele, a responsabilidade social também esteve presente nas ações do Batalhão, que apoiou diversas atividades lúdicas, esportivas e educacionais, que promoveram integração entre a Polícia Militar e a sociedade.

“Realizamos campanhas educativas de prevenção e combate à violência nas escolas e nos estádios, policiais receberam treinamento especializado nesse sentido e diversos atendimentos clínicos foram prestados por oficiais médicos no ambulatório da Unidade Operacional à comunidade”, detalhou Souza Neto, ao citar ainda a implantação de projeto de interação e saúde na terceira idade e a campanha Doador Legal – em parceria com o Hemocentro de Campina Grande.