CPtran implanta projeto para resgatar a cidadania de crianças e adolescentes carentes

Compartilhe

A nova turma é composta por 30 crianças e adolescentes

O projeto Criança do Bairro com Educação e Esporte, desenvolvido pela Companhia de Policiamento de Transito, foi iniciado na tarde de hoje, dia 11, na sua segunda edição. O evento aconteceu na sede da CPTran e contou com a presença do comandante do 1º Batalhão, coronel Carlos Américo, que na oportunidade representou o CMTG coronel Wilde de Oliveira Monteiro. O comandante daquela unidade militar, capitão Arilson da Silva Valério, e o idealizado do projeto, tenente-coronel Marcos Alexandre Oliveira de Lima Sobreira também participaram da solenidade.
Preocupado com o alto índice de crianças e adolescentes usando drogas, principalmente o crack, a Polícia Militar da Paraíba, através da CPTran, vem desenvolvendo este Projeto que abrange a participação de crianças, adolescentes, mães, entidades e classes e vários moradores dos bairros.
Com a finalidade de mudar este quadro de utilização de drogas que vem assustando a população paraibana, a Companhia de Trânsito da Capital, localizada no bairro do Roger, dispõe dentro de sua estrutura física, de uma ampla sala de aula, com TV e DVD, 32 bancas escolares e quadro em lousa, um campo de futebol, o qual diariamente crianças e adolescentes do bairro utilizam o espaço para se divertirem com a prática de futebol.
Diante deste cenário, a Companhia de Trânsito, órgão integrante do Sistema Nacional de Trânsito, objetiva com o presente Projeto à implantação e o funcionamento de forma sistematizada de atividades voltadas à educação de trânsito, combate às drogas, preservação do meio ambiente e atividades esportivas, enfim, promover cidadania a jovens carentes do bairro, tentando aliar o útil ao agradável.
Para o criador do Projeto, tenente-coronel Marcos Sobreira, o jovem tem uma necessidade natural de experimentar os limites sociais de seu comportamento, como forma de entender a sua própria posição no mundo. Os primeiros contatos com as drogas estão relacionados aos instintos naturais do ser humano em uma peculiar fase de desenvolvimento: curiosidade, imitação e auto-afirmação, etc. Os motivos para o uso de drogas são muitos e atingem crianças e adolescentes de todos os níveis sociais, econômicos e culturais, no entanto sabemos que ouso de drogas por jovens é um primeiro passo para inserção na criminalidade, ou seja, há uma maior probabilidade daqueles usuários de drogas ilícitas de praticarem crimes do que os não usuários,
Da mesma forma que o trânsito pode ser trabalhado com os jovens, um outro tema deve ter como condição indispensável a uma melhor qualidade de vida das pessoas em todo o planeta. Para tanto a CPTran vem atraindo estes jovens em turma de 30 crianças e adolescentes aplicando quatro horas/aula por semana, sendo 60 minutos de aula teórica em sala, abordando uma das componentes curriculares e 120 minutos de atividades desportiva.
O projeto é desenvolvido nas terças e quintas-feiras das 14:00 às 16:00horas aplicadas as seguintes disciplinas: educação e trânsito, noções de proteção de respeito ao meio ambiente, noções de primeiros socorros, combate e prevenção às drogas e cidadania.