Brasões – 5º BPM

5º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR (5º BPM)

Autoria do Brasão:

Maj QOC GLAUCO CÉSAR DA SILVA PAIVA

Descrição Heráldica:

Maj QOC GLAUCO CÉSAR DA SILVA PAIVA

Apoio Técnico:

Cb QPC PÉTALA PEREIRA DE SANTOS MEDEIROS

Brasão:

• Escudo peninsular português, chefe com dois campos, em faixa, o superior de goles e o inferior de sable, contendo a inscrição “5o BPM”, em ouro, esquartelado, o primeiro de prata, com um par de bucaneiras (garruchas) em aspa, de ouro, cosidas de sable, o segundo, do mesmo metal, com uma cabeça de tigre, da sua cor, linguado, de goles, o terceiro, de blau, com uma torre quadrada de prata, lavrada, aberta e iluminada de goles, acompanhada de quatro bandeiras, do mesmo metal, com a cruz de Cristo, do último esmalte, hasteada de ouro, cada uma firmada num dos ângulos da torre, o quarto, de goles, com cinco folhas de figueira, de sinopla, perfiladas e nervadas de ouro, postas em sautor.

Simbologia e alusão das peças:

• As bucaneiras (garruchas) representam a Polícia Militar, Instituição da qual fazem parte os integrantes do 5o BPM;
• A cabeça do tigre representa a força, a perspicácia e a confiança do Batalhão nas suas ações em defesa da sociedade e manutenção da ordem pública; e
• O terceiro e o quarto esquartelados são a representação do brasão da família Figueiredo, em alusão ao Bairro Valentina Figueiredo, local onde está sediada a OPM.