Brasões – 12º BPM

12º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR (12° BPM)

Autoria do Brasão:

Maj QOC GLAUCO CÉSAR DA SILVA PAIVA

Descrição Heráldica:

Maj QOC GLAUCO CÉSAR DA SILVA PAIVA

Apoio Técnico:

Cb QPC PÉTALA PEREIRA DE SANTOS MEDEIROS

Brasão:

• Escudo peninsular português, chefe com dois campos, em faixa, o superior de goles e o inferior de sable, contendo a inscrição “12° BPM”, em ouro, cortado, o primeiro de prata, com um par de bucaneiras (garruchas) em aspa, de ouro, cosidas de sable, partido, de prata, com um par de raios, cruzados em aspa, sobreposto por uma tocha, tudo em ouro e cosidos de sable, o segundo de prata, com aspa de goles, carregada de cinco vieiras de ouro.

Simbologia e alusão das peças:

• As bucaneiras (garruchas) representam a Polícia Militar, Instituição da qual fazem parte os integrantes do 12o BPM;
• Os raios e a tocha simbolizam a velocidade e o senso de justiça nas ações do Batalhão em defesa da sociedade e manutenção da ordem pública; e
• O campo de prata, a aspa e as vieiras são a representação do brasão de armas da família Rocha, visto que o Tenente Coronel Francisco da Rocha Oliveira é considerado o fundador de Catolé do Rocha, por ter, no ano de 1774, construído as primeiras edificações do que hoje é o mencionado município, sede do 12° BPM.